• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

© 2019 por Eduardo Vargas Lima. Todos os direitos reservados

CONSTELAÇÃO

FAMILIAR

O QUE É?

A Constelação Familiar é uma vivência desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger, onde é possível ter acesso e se aprofundar nas dinâmicas inconscientes que atuam nas famílias, pessoas e/ou organizações.

Estas dinâmicas mostram como cada sistema está organizado e como é que a vida flui e se desenvolve através de seus membros.

Por meio deste olhar ampliado, é possível perceber as causas geradoras dos problemas e sofrimentos que estão fazendo parte daquela história e acessar um caminho de solução que leva à ordem, fator fundamental, básico e imprescindível para a harmonia e fluidez de toda vida.

 

CONCEITO DE SISTEMA

Podemos chamar de "sistema" toda estrutura organizada e composta de diferentes partes. Exemplo:

Uma família é um sistema composto de pessoas;

O corpo humano é um sistema constituído de órgãos;

Uma empresa é um sistema constituído de áreas... e assim por diante. 

ORDENS DO AMOR - (LEIS SISTÊMICAS)

Todo e qualquer sistema está sujeito à ordens naturais. Uma espécie de organização fundamental para a sua existência e sobrevivência. São estas "ordens" que fazem ser possível o equilíbrio necessário para a manutenção de tudo no universo. Em outras palavras, tudo e todos estão sujeitos a estas "forças", que atuam mesmo que não tenhamos consciência de suas existências, assim como a lei da gravidade que não necessita de nossa compreensão ou consciência para atuar.

Bert Hellinger o criador das Constelações, foi quem conseguiu observar e descrever três dinâmicas naturais atuantes, e deu nome a elas: "HIERARQUIA"  - "EQUILÍBRIO DE TROCAS" - "PERTENCIMENTO".

A seguir cito resumidamente e de forma bem simples o que representa cada uma delas. 

 Para se aprofundar neste estudo indico os livros de Bert Hellinger.

HIERARQUIA

Descrição: Quem veio antes veio antes. Quem veio depois está depois.

Na prática: Quem veio antes dá/doa. Quem veio depois necessita receber/tomar. Assim a vida pode prosperar e seguir.

Exemplo: Pais dão a vida a seus filhos. Filhos recebem e tomam a vida de seus pais.

EQUILÍBRIO

Descrição: Em todo relacionamento humano existe troca, que deve estar equilibrada de acordo com a hierarquia.

Na prática: Pessoas de mesmo grau hierárquico trocam na mesma medida. Exemplo: Casais, amigos dão e recebem no relacionamento na mesma medida.

Pessoas com diferente grau hierárquico (pais e filhos) não tem condição de equilibrar sua troca, pois pais dão a vida a seus filhos. Filhos não tem condição de dar a vida a seus pais, por isso, são gratos ao presente que receberam e dão continuidade/repassam aquilo que tem de precioso a frente, seja à um filho, seja para a sociedade.

PERTENCIMENTO

Descrição: Todos fazem parte, não importa o quanto viveram e nem o que fizeram ou deixaram de fazer. A simples existência, ou seja, a chegada na família, já define o direito ao pertencimento. 

Na prática: qualquer forma ou tentativa de exclusão de qualquer membro de um sistema é invalidada e sentida por todo os sistema que buscará irremediavelmente a inclusão do membro excluído.

Exemplo: Quando há iniciativa de esquecer ou afastar qualquer pessoa por sua conduta ou destino (abandonados, alcoólatras, droga ditos, assassinos, abortos, etc...) - esta marca permanece na família até que um dos membros traga o excluído de volta, seja por seu reconhecimento, seja pela repetição de seu destino. Ele estará representado.

DINÂMICAS QUE ATUAM

Através destes três pilares básicos e essenciais é que todos os sistemas existentes se mantém e se organizam. 

Quando um evento qualquer obstrui o fluir (funcionamento) natural da vida, ou seja, quando algo está se opondo a hierarquia, ao equilíbrio, ou ao pertencimento, temos os chamados emaranhamentos sistêmicos.

Emaranhamentos provocam desequilíbrios dinâmicos em qualquer sistema, gerando efeitos e resultados práticos indesejados.

Tais desordens são sentidas e vivenciadas nas mais diversas áreas da vida pessoal (como por exemplo: problemas nas famílias, nos relacionamentos afetivos, na vida profissional, problemas de saúde, problemas de ordem financeira, de destinos difíceis, etc...) como também na vida de uma Organização ou empresa, (problemas com fornecedores, clientes, produtos, equipe, gestão, etc). 

Bert conseguiu demonstrar na prática a existência e a ação destas ordens em níveis muito profundos de consciência e com isso estabeleceu a Constelação familiar, onde é possível, através da vivência, materializar estas dinâmicas e chegar a um caminho de solução.

Todos os membros pertencentes a um sistema compartilham de uma conexão que ultrapassa o tempo, a razão e o espaço. Esta conexão invisível foi comprovada e definida pelo cientista Rupert Sheldrake como "Campo morfogenético". Este "Campo" conecta todos os membros de um sistema e contém todas as informações das experiências de vida de seus membros, sejam elas físicas, emocionais e/ou psíquicas.

É neste nível de conexão que atua a Constelação... no campo profundo destas ligações, trazendo à tona as dinâmicas inconscientes que geram nossos resultados práticos.

COMO FUNCIONA A CONSTELAÇÃO FAMILIAR

Muitos me perguntam sobre as formas possíveis de se vivenciar uma constelação e se existe diferença na eficácia entre as formas.

 Uma Constelação é possível ser feita em um encontro individual ou em grupo. Em ambos os casos as informações necessárias para a pessoa surgem, portanto a eficácia é comprovada em qualquer uma das opções. O que muda é a experiencia de vivenciar a Constelação.

Cada forma serve a um tipo de pessoa. Existem aqueles que tem dificuldade em estar em grupo e existem aqueles que se sentem melhor em partilhar sua experiência. Ou seja, são apenas pessoas diferentes igualmente acolhidas com respeito em suas respectivas necessidades. A escolha deve sempre vir de quem busca o trabalho.

É importante deixar claro que a Constelação Familiar não é uma terapia e não se faz em sistema de sessões. Não é uma espécie de acompanhamento e nem é um oráculo. Este é um erro comum de definição que existe em muitas pessoas bem intencionadas que vivenciaram uma Constelação e atingirem efeitos terapêuticos profundos  a as denominam como uma terapia... porém, não é para este fim que ela existe e nem a isso que ela está verdadeiramente à serviço.

A Constelação ajuda o todo em seu ordenamento e busca dar um lugar à tudo como é com respeito, gratidão e amor.

CONSTELAÇÃO FAMILIAR
INDIVIDUAL

São usados alguns objetos que servem para representar aquilo que é necessário para o desenvolvimento do processo.

Em média uma sessão individual dura em torno de 1 hora. Isso não é uma regra, pois há casos em que uma Constelação acontece em questão de minutos.

No atendimento individual existe a possibilidade do encontro ser presencial ou online.

PRESENCIAL:

Em São Paulo, Belo Horizonte e eventualmente em Uberaba, Uberlândia, Poços de Caldas e Santa Catarina.

ONLINE:

Realizo sessões com pessoas que estão em todo Brasil e também no exterior por videoconferência. 

Para agendar um horário entre em contato via email clicando aqui e receberá um passo a passo com as instruções para o agendamento.

CONSTELAÇÃO FAMILIAR
EM GRUPO

Numa Constelação em grupo existem as pessoas que constelam (aqueles que levam a questão) e outras que estão como representantes e ouvintes.

Num mesmo evento acontecem várias constelações.

Um grupo é sempre muito rico de aprendizados e experiências. Uma oportunidade como poucas para crescimento e desenvolvimento pessoal.

Todos que se entregam saem profundamente tocados, transformados e impactados em suas almas com a força do campo e das experiências vividas. 

Um ambiente sagrado de respeito, acolhimento e aprendizado.

Consulte a agenda para saber sobre os próximos grupos em São Paulo, Belo Horizonte, Uberaba, Uberlândia, Poços de Caldas e Santa Catarina.